26 de março de 2007

Image Hosted by ImageShack.us

Eu e meu mau humor.

Minha acidez e sarcasmo ficam na medida.
Não estou muito pra pessoas hoje... quero música, trabalho, boa leitura e um telejornal antes de dormir.
Tem quem ache estranho, quem ache engraçado, mas eu surto mesmo.
Prevendo uma crise de mau humor, ontem fiz uma seleção caprichada no mp3.
Saí as 6 e meia de casa, daquele jeito.
Óculos escuro, fone de ouvido (eu + fone de ouvido = combinação perfeita ou não), ônibus lotado, mais outro ônibus lotado e a ladeira infinita que me leva ao trabalho.
Eu canto alto, danço, toco guitarra, bateria e até pandeiro imaginário (esse é o melhor, rs).
Um perigo!
Filosofo, penso na vida, pouco me fodo pros problemas.
Consigo não ligar pra nada nem pra ninguém... Diria até que ninguém tira meu 'bom humor' nesses dias...

Mau humor é um estado de espírito.

Top 10 prum dia de mau humor

-Fim de semana no parque (racionais)
pra liberar a agressividade
-Faint (linkin park)
pra liberar a agressividade em língua estrangeira
-Trilha sonora do filme Antônia (negra lee)
pra cantar alto e achar que tá abafando
-Kid brilhantina (samba rock)
pra dançar animadamente e ser olhada com espanto
-Sex machine (james brown)
pra dançar mais animadamente ainda
-No recreio (nando reis)
pra falar um pouco de amor, rs
-Poser (engenheiros do hawaii)
pra acreditar num mundo melhor
-The Lions sleep tonight (rei leão)
pra não pensar em nada e rir da própria situação
-Free falling (tom petty)
pra cantar, abrir os braços, sentir o vento no rosto, essas coisas mais dramáticas
-Senhor do Tempo (charlie brown jr)
pra ir passando o estado de revolta

Acho que preciso de mais dias assim.

Eu vou mas eu volto Image Hosted by ImageShack.us

25 de março de 2007

Image Hosted by ImageShack.us


Limpeza na casa...
Um link novo aqui, outro ali.
E os blogs que me acompanham há um tempão!
Pessoas inteligentes, irônicas, engraçadas... metafóricas, poéticas, dissertativas.
Cada um com seu estilo, mas todos com muita personalidade.
Nesse tempo todo de blog, conheci muita gente bacana, pessoas que me chamaram a atenção pelo modo de pensar e de escrever a vida.

Fiz alguns amigos reais e não escondo o carinho por alguns virtuais.
(sem contar meu amor que conheci pelo blog)

Adoro ver foto, saber um pouco mais, acompanhar o dia a dia.
Será que todo mundo é assim? rs

Vou ficar por aqui, colocando ordem na poça d'água...

Mas eu volto!

20 de março de 2007

Image Hosted by ImageShack.us

da série: EU MEREÇO!

Ontem, conversando com ele...
'não posso trabalhar de all star, meus clientes são como meu pai, acham que cara tatuado é bandido'

Hoje, no rádio, ouço a notícia...
'Foi encontrado morto, um rapaz de 17 anos.
Haviam tatuagens pelo corpo, o que fez o delegado do distrito deduzir que era um interno da febém
'

No ônibus, duas senhoras ao ver um rapaz voltando do trabalho com umas flores lindas por sinal no braço...
'quem vai empregar um pobre coitado desse?'

To me sentindo praticamente uma delinquente... hahaha
Mas já sei da oitava e continuo pensando na nona (porque número ímpar não dá sorte)
E assim eu vou, ficando cada vez mais a minha cara. Image Hosted by ImageShack.us

Eu vou mas eu volto.

19 de março de 2007

Image Hosted by ImageShack.us

Passei o dia no trabalho achando que hoje o dia estava com cara de escrever no blog...
Coisa de doido, não?
Tarde abafada, dia nublado, chuvinha vez ou outra, tudo meio nostálgico.
Acho que me lembrei, inconscientemente, quando comecei escrever, há tantos anos atrás.
Foram muitos dias assim, nublados.
Bom olhar pra trás, ver todas as mudanças.
Queria usar a palavra metamorfose, não sei porque me lembra borboleta, daquelas nojentonas saindo do casulo.
Então fico com a mudança mesmo.

Não sei dizer se cresci, na minha concepção de mundo, de vida e desses blablablas todos, prefiro dizer que fiquei criança na medida certa.

Hoje sou mais feliz, leve e mais tranquila.
Aprendi que não existem metades e que aquela hitória de achar outra asa pra voar é tudo bobagem...
Puro marketing de alguém que não queria ou não sabia ficar sozinho.
Nossas metades são aquelas pessoas que não queremos viver sem.
Aprendi que amizade não se conta por números, que amor não se mede por tempo, que toda dor se transforma e que bom humor é fundamental, mesmo que seja mau humor aos olhos dos outros.

Aprendi que dias nublados nem sempre são ruins, que nostalgia na medida certa faz bem e que escrever nunca cansa, desde
que se tenha vontade.

Eu vou mas eu volto.

13 de março de 2007

Image Hosted by ImageShack.us


Após o quinto dia de espera longa espera, diga-se de passagem, sigo feliz pra farmácia em frente a minha casa.
Atravessei a rua, torcendo pro tiozinho dono da farmácia me atender... sabe como é, me conhece desde criança, sabe que todos temos nossos dias difíceis.
Mas quando chego na porta da farmácia, eis que começa meu desespero...
Pior que os dias de abstinência, eis que vem um bonitão que trabalha na farmácia pra perto do balcão.
Olho prum lado, olho pro outro... quando o inevitável acontece, ouço um 'pois não?' com uma voz daquelas de locutor de fm.
Meio sem graça, mas sem perder o rebolado, meio sorridente com o resto de cara de pau que resgatei lá do fundo da alma,
pedi uma cartelinha de lacto purga.
Peguei, paguei, prendi a respiração e disparei em direção à porta.
Hahahaha

Quem mandou ser entupida???
Parece mentira, mas quem não sofre desse problema não faz idéia da importância que tem o cocô na vida de uma pessoa...
E não dá valor àquele momento único de sentar no vaso, pegar um gibizinho despretensioso e não precisar se preocupar
com os próximos dias...

Hoje descobri que comprar lacto purga dá mais vergonha que comprar camisinha.

*vergonhaaaaaaa*

Eu vou mas eu volto

9 de março de 2007

Image Hosted by ImageShack.us


Já tive muitos beijos, quase beijos e não beijos na minha vida...
Os quase beijos, quase não lembro.
Os não beijos, talvez tenham sido melhores assim.
Com o tempo a gente perebe que beijar pra não lembrar depois não tem graça.
Só mais uma boca
Há os que gostam de colecionar bocas e os que gostam de ter histórias...
Sou do segundo time.
Como a brincadeira passada pelo meu amigo Lula
era pra falar sobre beijo...

Talvez não tenham sido tantos beijos assim, no decorrer da vida, mas foram todos muito intensos e especiais.
Meu primeiro beijo? lembro vagamente porque tava chovendo.
Minha memória seletiva é afiadíssima.
Lembro de alguns primeiros beijos... o último primeiro beijo... inesquecível!
Não porque foi o último, mas porque foi muito especial.
Na verdade, o último primeiro beijo foi um beijo esperado e inesperado ao mesmo tempo.
Beijo tímido, com cara de 'que que eu to fazendo aqui?', mas muito bom.
Longe de casa, perto de algo, que não imaginava que tomaria a proporção que tomou.
O primeiro de muitos... muitos beijos, muitos momentos, muitas histórias.

Saudade boa, beijo bom... que continua com o mesmo gosto...

E agora eu passo a bola!
André, Greengirl, Elaine, Bacanitas e Daykerson

Eu vou mas eu volto.

8 de março de 2007

Image Hosted by ImageShack.us


Dia Internacional da Mulher


Em outros tempos já fui mais revoltada.
Hoje, vejo o dia da mulher como um dia... atípico?
Talvez.
Recebi os parabéns sem fazer discurso, retribuí os parabéns, não fiz cara feia ao receber um botão de rosa passando pelo
centro da cidade.
Nem resmunguei.
No trabalho, peguei pesado como os homens.
Sou mulher todo dia, independente de quem queira ver.
Amo meu trabalho tanto quanto cuidar de casa.
Não nego meu lado Amélia, e tenho birra das mulheres que queimaram o sutiã.
Bem feito, ficaram com os peitos caídos!

Hoje vejo o dia da mulher como o dia do índio.
Ninguém dá muita bola, mas acaba comemorando,rs

Respeito pra quem quer ser respeitado!!

Eu vou mas eu volto.

1 de março de 2007

Image Hosted by ImageShack.us



A vida é feita de lembranças, e algumas das boas lembranças que tenho na minha são as olfativas.
Assim como aquela música que faz suspirar, aquele cheiro que a gente sente de vez enquando, trazido pelo vento...
Chega a dar arrepios.

Situações, lugares, pessoas...

Cheiro do bolo de cenoura e do brigadeiro na panela, cheiro de terra molhada, inconfundível!
Cheiro de massa corrida quando a casa estava sendo reformada.
Depois, na escola, o cheiro da caixa de lápis de cor.
Cheiro do perfume que usava na adolescência... saudade gostosa.
Cheiro de roupa limpa, cheiro de mala e cheiro de ônibus de viagem, rs
Cheiro de papel de presente, cheiro de pipoca, de fruta e de protetor solar.

Cheiro de quarto quando a gente acaba de acordar, cheiro do shampoo que ele usa, cheiro da casa dele quando nos
conhecemos...

A saudade me faz ficar aqui pensando no cheiro que ele tem.
Não cheiro de perfume, mas aquele cheiro que sinto quando me pego pensando...
Cheiro da boca, do abraço, cheiro da gente junto.

Que cheiro tem?

Cheiro de noite estrelada, cheiro de vento no rosto, de praia no final da tarde, cheiro de risada sem motivo...
Cheiro de passarinho cantando!

Cheiro que sinto quando fecho os olhos...
Cheiro que só quem sente sabe como é!

Eu vou mas eu volto.