20 de dezembro de 2008


O mundo dá voltas... o que não é novidade pra ninguém, porém, toda vez que lembramos desse fato, alguma coisa muda na vida.
Quando a preguiça passa.
Daí dá vontade de correr e de cantar e dançar e mandar todo mundo se foder.

Falta pouco pra acabar o ano, nem sei se chorei ou se sofri, e também não sei das emoções que vivi [/RC], mas, como sempre, tudo valeu a pena, caso contrário, eu não estaria aqui.

2008 foi um ano de raivinhas, quase todas passaram, thank God!
Estou aprendendo fazer com que tudo passe e/ou esperar tudo passar.
Quero aproveitar esses 12 últimos dias pra abstrair, embora seja difícil pra uma pessoa tão apegada à detalhes tão pequenos de nós dois

Não sou boa em retrospectivas, acabo esquecendo coisas importantes, logo, não as faço.
Não sou boa com planos, porém, os faço do mesmo jeito.
O conveniente me atrai. (taí uma coisa interessante pro ano que vem)

Como o ano não acabou, chega por hoje.
Ainda tem começo de férias, natal e aniversário.
Oba!

Eu voui mas eu volto.

8 de dezembro de 2008



Quando tudo parece blasé.
Quando tudo fica sem graça.
Quando o sarcasmo sai pela direita sinal de que a coisa tá feia mesmo
Quando as piadas não têm graça.
Quando a única engraçadona do mundo sou eu e eu mesma não tô lá nos meus melhores dias...
Seria isso meu inferno astral?
Seria isso uma dissimulação pra não aceitar meus problemas?
Seria isso um problema?

Eu vou mas eu volto.