27 de agosto de 2008


Lealdade


leal+dade
le.al
1. que cumpre as suas promessas
2. honesto
3. fiel será?
4. que está em conformidade com a lei (tanto suas, como de outrem)

Embora eu acredite que lealdade é diferente de fidelidade.
Ser fiel a alguém, é se deixar levar por conceitos já existentes.
A fidelidade, por exemplo, nos relacionamentos amorosos permite que alguém seja um objeto do outro.
A lealdade é algo de você mesmo, por você ter uma grande consideração pela outra pessoa você jamais vai prejudicá-la.
Andam juntas, porém...
Lealdade é transparência, coerência e consistência para com os ideais.
Lealdade, pra mim, está entre o mais forte dos sentimentos.
Não tem como fingir lealdade mesmo porquê, sabemos dela apenas quando a necessitamos.

Admiro pessoas leais.
Atitudes leais.
Ponto.

Enfim, as férias!
Dias e noites juntos, rindo, sorrindo e aproveitando cada momento de mão dada, beijo e abraço.
O fôlego que eu precisava tomar pra continuar os dias.
Poucos dias, porém, intensos e deliciosos.
Lugares novos e encantadores, até um anjo pelo caminho...
Às vezes é preciso acreditar que eles existem e não passam na nossa vida por acaso.

Voltei pra casa mais feliz que fui.

Ainda tenho alguns dias pra não fazer muita coisa.
Muitos planos, mas a casa em reforma impossibilita preguiças maiores ou tardes sem fazer nada.
Resumindo, a correria continua!

Vou lá bater a poeira... mas eu volto!

17 de agosto de 2008


Cheguei a conclusão que, se for pra fazer uma boa ação, prefiro fazer a um desconhecido.
Ele vai refletir e, talvez, acreditar que o mundo tem jeito.
Que pessoas são bacanas apenas por prazer.

Sou rodeada por pessoas que valem a pena, pessoas que acredito, que tenho orgulho e quero muito ao meu lado.
Mas... como nem tudo são flores, e a elevação pede, rs, precisamos conviver compessoas não tão... hmmmm.... simpáticas.
Verdadeiramente simpáticas.

Talvez eu seja uma delas, no fundo, todos somos, mas como diz aquele velho ditado, amigo é amigo filhodaputa é filhodaputa.

Se não gosta de mim, não me agrade.
Se não quer conversar, não procure um assunto qualquer.
Se não tem vontade, não faça.
É simples e não tem reação adversa.

Hoje, em minha vida, não quero agradecimentos, só quero conclusões....
Não pecisa dizer que eu sou legal, pense nas coisa que eu faço e, se quiser, seja meu amigo.
Não precisa dizer que aquele dia foi bacana, lembre dele e sorria.
Pense quem eu sou e decida o que quer de mim, vindo do coração, vai ter devolta aquilo que espera.

De madre Teresa, tenho muito pouco.
Sou bem chatinha, teimosa e encrenqueira.
Mas tenho um bom coração.

Sendo assim, quer? quer.
Não quer? engula seus sapos e espere seu cabelo cair!
hahahahaha
(antes que pensem com maldade, lembrem-se de titio Shakespeare... 'tomar um copo de veneno...' esse é o sentido da coisa)

Tá tão difícil ser bacana só por ser, e ainda assim acham que vc ta fazendo tipo.

Oh, vida.
Oh, céus.

Eu vou mas eu volto.

12 de agosto de 2008


Como um asterísco pode acabar com o dia de uma pessoa!

Hoje fui fazer uma prova, saí mais cedo do trabalho, toda animadinha, sabendo tudo e blablablá.
Centoequarenta pessoas na minha frente, todo mundo é chamado...

-Faltou alguém?

-Sim, moço... eu!

-Nome, por favor?

-Fabiana

-Ah, sim, seu nome consta na lista, mas tem um asterísco na frente, que não sabemos o que é, você não vai poder fazer a prova hoje.

-Mas porque não, moço?

-Procure sua auto-escola, só lá poderão te informar.

-Mas, moço....

-Sem mais, mocinha (mocinha??!!)

-Ok então.

Dívida da vida passada?
Teste de paciência?
Algum gesto concreto dos céus pra mostrar que meu lugar é no Tibete?
Complô do Universo?
Karma?


Depois eu falo e sou chamada de ignorante.
Quem nasceu pra lesma nunca chega a escargot!
E tem gente que nasce pra viver de salário mínimo!

Nem perdi muito tempo na auto-escola.
Gente incompetente é uma bosta.

Gente folgada e com má vontade também.

Eu vou mas eu volto.

8 de agosto de 2008


Poucas palavras, algumas músicas no mp4 e jornal de fm.
Sim, adoro... hahaha
Desde as notícias do 'poooolíciaaaaa' até o horóscopo.
Me mato de rir nessa hora, mando torpedo pro meu namorado, porque a gente sempre se fode segundo os astros.
Eu poderia acreditar em um complô, pois
a distância no relacionamento pode afastar, e um novo romance picante sempre animará a noite.
Ui!

Contagem regressiva pros meus poucos dias de férias.
Podia acreditar que meu inferno astral chegou, mas meu aniversário é só em dezembro.
Humpf.
Tentando conter o azedume.

Eu vou mas eu volto.