7 de julho de 2010



"Minha vida é difícil, nada vai pra frente..."
Discurso comum, triste, mas que não me sensibiliza.
Nem é por maldade, mas com o tempo a gente aprende.
A casca engrossa, o coração já não amolece apenas com as palavras, pois de nada adiantam as palavras, inda mais as de piedade.

Cada atitude conta, cada furo no olho do coleguinha, cada maldade intencional, cada filhadaputice calculada.
Todo mundo erra e com certeza já deve ter feito mal à alguém, muitas vezes sem intenção.
Ok, de boa intenção o inferno tá superlotado, não me isento da possibilidade de encontrar cazamiga por lá, mas com a consciência tranquila.
E quem faz a cagada e a consciência continua tranquilinha?
Resta sentir pena, ignorância sem tamanho.
Acho que burrice é doença contagiosa e que ignorância tem cura, desde que se tenha boa vontade.

A ignorância aqui, não é a falta de estudo ou de cultura, é ignorância por opção, por conveniência.
Ignorantes que acham bonito ser assim.
(insira aqui quem judia de animal, cutuca a ferida dos outros só pra ver a reação, faz fofoca pra sacanear, espertões que querem levar vantagem em tudo, et cetera)
Pequenas atitudes que, somadas, dão preguiça e contribuem pra superlotação do lado de lá.
Ou de cá. Enfim...

Sartre disse: "O Inferno são os outros".
Se não tivesse dito mais nada, já seria gênio só por essa frase.

Nêgo faz e depois reclama "minha vida é difícil..."
Só que esquece que Deus não dá asa a cobra.

Eu vou, revoltada, mas volto.

4 comentários:

L.S. Alves disse...

Tá perdendo a fé na humanidade?
Por isso que eu digo que entre ser bom ou mal eu prefiro ser coerente. Pelo menos não fico me lamentando das coisas.
Um abraço moça.

Anônimo disse...

Oi!

Não sei quem és, nem sabes quem sou. Cheguei aqui por acaso, em pesquisa na net... nada teve a ver com minha busca, mas gostei tanto de ter lido teu blog. Li exatamente o que tenho pensado, o que tem me "afetado"... Enfim, precisei te dizer isso...
bj
Leandra

Édyson . Brandão disse...

E eu que já cansei de me revoltar com nossos colegas do planeta?
Sinceramente, eu não sei mais, Fabi, se eu tapo meus olhos ou se eu compro a briga. Acho que era aminha função como artista que fui e quero voltar a ser, de alguma forma combater essa tal de ignorância. É fogo ! Mas há quem diga que equilibra o mundo.

Voltei, talvez pra mais, pra menos.
Muitas saudades suas !
Aliás o post da cachorrinha está maravilhoso ! ^^

Beeijos !

R.K disse...

faço minhas estas palavras!
sensacional! tudo que queria dizer
bjs, flor