27 de maio de 2010



Sempre tive as pernas grossas.
Corpo proporcional, nada gostosona ou mulherão, mesmo porque, meus 1.66cm não comportam nenhuma femme fatale.
A cintura já foi mais fina, a barriga mais ajeitada, uma das poucas coisas que me incomodam são os braços de 'tia que mexe doce no tacho'

Já me senti gorda, até chorei em provador de loja não acredito que to escrevendo isso, enfim passei por alguns dramas femininos que tanto ouvi falar e tanto afirmei que comigo não, violão!

Ontem, nas andanças por aí, achei um site/blog bem bacana, sobre mulheres reais e gostosas que, dizem por aí, são gordinhas.
Quem diz?
Eu não, talvez, os mesmos entendidos de moda que ditam qual vai ser a cor do verão.

fuck yeah gostosa que se acha gorda (+18)

Ah, massagem pro ego!!
Já me importei bem mais por ser um pouco diferente, por não gostar do que todo mundo gosta.
Por ter o corpo assim ou assado, mas, felizmente, o tempo passa, os valores mudam e os olhares idem.
E assim eu sigo, gorda gostosa e feliz.

Eu vou mas eu volto

5 comentários:

L.S. Alves disse...

Quem você está feliz como é. Um dia eu também chego lá.
Fui ver o site e não muitas gordinhas por lá.
Mas tá cheio de mulheres bonitas.
Um abraço moça.

Fabi disse...

Pois é, na verdade são taxadas gordinhas ou se acham gordinhas... eu não acho!

heric =P disse...

Oi Fabi, Adorei o seu blog!
Vou visitar a partir de agora o seu também. Você é de SP! Como achou meu blog?
Bêjo

Heric

Bianca Zanatta disse...

Pequenas paranóias com o corpo todo mundo tem ou teve. Fico me lembrando dos meus 18, 20 anos, quando pesava 48 quilos e achava que ainda tinha o que secar. Hoje, 1 filho e meio e 10 quilos a mais, gosto muito mais do espelho do que lá atrás. Tanto que passo menos tempo olhando pra ele e me sinto mil vezes mais mulherão quando passo uma maquiagem e escolho uma roupinha especiár pra sair à noite com o maridão. Vai entender. Tem coisas que só a maturidade faz por você. Um primo meu usava o termo "gordelícia" pra designar essas beldades fora do padrão que poucos enxergam como lindas, apesar de obviamente lindas. Na época, eu achava que fosse maldade dele. Hoje acho que era um elogio bem colocado - e tb admiro as gordelícias que passeiam por aí, nariz em pé e conscientes de si mesmas. Beijinho, mulher dos óculos escuros!

R.K disse...

ai... to precisando me achar gostosa, por enquanto me acho bem baranga...mas a gente vai levando, afinal não sou a unica! heheeh