15 de julho de 2009




Voltei pra casa (minha casa), depois de tantos dias em casa (nossa casa).
Tudo ainda é novo, não arrisco dizer que ainda é gostoso, pois não consigo imaginar que deixe de ser gostoso.
Hoje meu dia tá meio vazio, parece que deixei meu coração por lá, assim como outros sentidos... sinto o gosto do chocolate quente antes de dormir, o vapor do banheiro, o friozinho que entra pela porta da cozinha, o barulho dos periquitos pela manhã, o cheiro de casa quando chegamos da rua...
Tanta coisa pra contar, novos amigos, novas descobertas, a vida que a gente sempre quis e hoje taí...
Mas tudo isso está vindo em forma de suspiro, e não de palavras, como eu queria.
Quer saber?
Vou aproveitar.

Eu vou mas eu volto.

Nenhum comentário: