2 de maio de 2009



Às vezes eu me acho estressada demais.
Chata demais, velha demais, cricri demais...
Me estresso com criança fazendo graça em restaurante, com centro da cidade lotado e deficiente tocando teclado só com os pés na calçada, tia com oclão degradê e yorkshire no colo.
Ah... yorkshire, como isso me irrita.
Sinto vergonha alheia e não sei onde o mundo vai parar.
À vezes dou risada, me acho intolerante e sem noção e sei que faços coisas que também irritam.
Dou risada sozinha depois de xingar todas as gerações, uma coisa assim, bem louca do cu mesmo.
No meio da 'crise', eu me preocupo, até penso que se continuar assim, depois dos 40 vou ter que viver trancada em casa.
Mas passa, e eu me sinto a pessoa mais normal do mundo.
Normal?
Do mundo?
O mundo me irrita.

Eu vou mas eu volto.

Nenhum comentário: