2 de novembro de 2008




Voltava eu do trabalho, feliz, com meus super fones de ouvido, totalmente saltitante e cantante, daquele jeito,
que as pessoas olham pra mim com cara de piedade, enfim...
Pensava eu sobre a vida, os dias, o tempo... e o que eu quero pra minha vida daqui há cinco anos.
Com o pensamento se propagando velozmente e se desviando de minhas outras idéias e divagações, começo pensar no que algumas pessoas próximas querem pra suas vidas daqui há cinco anos.
Concluo eu, que sou muito diferente das pessoas que conheço.

Gosto de observar como os pensamentos mudam.
Já me estressei, magoei e chorei por tanta coisa que hoje vejo como pequenas.
Quando entrei pra faculdade, eu não fazia a mínima idéia do que queria cinco anos depois.
Queria terminar meu TCC, mas cinco anos? Se eu estiver viva eu penso nisso depois.
Quando minha filha nasceu, eu queria que cinco anos depois, ela estivesse com saúde, educada, e que eu já estivesse magra.

Cinco anos passaram, e mais cinco, depois de tudo isso.

Não segui os passos da faculdade, minha filha já tem dez anos, tá linda saudável, educada e anti-social, eu já tive meus momentos de magreza, que corro incessantemente atrás deles, e hoje penso que daqui há mais cinco tudo vai estar melhor.

Há cinco anos atrás, eu sofria (novidade, né?) por um amor tonto que achava que era o mais importante do mundo.
Daqui há cinco anos, eu vou estar ainda preocupada em renovar o atual amor, para que ele perdure o maior tempo possível.

Há cinco anos atrás eu batia a cabeça achando que um bom emprego salvaria minha vida.
Daqui há cinco anos, eu quero estar num trabalho bacana que me acrescente algo e que me dê uma folguinha de grana.

Há cinco anos atrás eu queria ser rica e famosa uhuuu amaury jr(nem tanto).
Daqui há cinco anos eu só quero ser feliz.

Há cinco anos atrás e achava que era necessário agradar todo mundo.
Daqui há cinco anos eu pretendo agradar conforme me agradarem.

Quero continuar não seguindo moda, continuar acreditando nas minhas tendências, gostando de música, quero ter minha família, quero comer coisas saudáveis, quero usar roupas estranhas, quero meus amigos por perto, quero reconhecimento das minhas atitudes...
Quero que esteja tudo bem o suficiente pra eu não pensar nos próximos cinco anos.

E você??

Eu vou, mas eu volto.

Nenhum comentário: