5 de abril de 2008



Rever conceitos... taí uma coisa difícil.
Quando se acha que a vida é complexa demais ou simples demais.
Quando se quer muito ou se quer pouco.
Quando se tem tudo, mas se sente sem nada.

Rever a vida e tudo o que se aprendeu até aqui.
E tudo que aprendi até aqui, faço o que?
não dá pra enfiar...
Uso pra que?

O que é útil ou o que é fútil.
O que vai ficar ou o que vai passar.
O que se aprendeu ou deixou pro dia seguinte.

E o dia seguinte, é o que importa?
E hoje?
Quantas vezes passamos o dia pensando no futuro, e deixamos o hoje pra amanhã?!
E o tempo vai passando.

Os livros ficam nas estantes, as músicas nos arquivos, os filmes na memória, as histórias, no coração...
Tudo passa rápido e o futuro que não chega já passou.

Como viver intensamente?
Cantar, dançar, recitar, gritar, gesticular...
É tudo pouco perto de todas as informações ao longo da vida.
Tantas datas, tantos ritos, tantas passagens, tanta vida, tanto tempo!

Sensação de que um dia é pouco.
Vazio ou cheio demais?
O ontem e o amanhã não estão me deixando viver meu hoje.
Daí eu fico aqui, tentando rever meus conceitos...
E percebendo que isso não dá em nada.
Quem pensa muito não vive.


Eu vou mas eu volto.

Nenhum comentário: