16 de outubro de 2007

Image Hosted by ImageShack.us


Eu errei.
Quem não erra, não é mesmo?
Sempre errei, mas agora errei de verdade, errei bonito!

Porra, eu sou gente, de carne, osso e cutículas.
Acordo descabelada, preciso depilar a perna, fico com bafo as vezes... porque preciso ser certa o tempo todo?

Porque as pessoas certas são as mais bacanas, aquelas que nos orgulham, aquelas que merecem estrelinha?
As mais fodonas, que a gente faz questão de apresentar pros amigos e levar pra almoçar domingo em casa.


Quando a pessoa certa erra, ela passa a ser a pessoa errada e decepciona.
E olha, que decepção não se mede.
Não importa se vc causou uma grande decepção, ou uma decepçãozinha, você sempre vai ser a filhadaputa por alguns instantes, quiçá, pro resto da vida.
Porque sua atitude aquela noite, ou aquela tarde, ou naquela conversa no msn, ou aqueles meses todos foram péssimas.
E aquele dia que você acertou em cheio... ah... aquele dia foi coisa boba, coisa que você sempre fez!

Agora, vou pagar pelo meu erro.
O preço? Ainda não sei... não achei na tabela.
Mas vai ficar alto, imagina... logo EU errar! rs

Eu trabalho, cuido da minha vida, pago impostos, atravesso na faixa de pedestre, cumpro com minhas obrigações, nunca anulei meu voto, sou bacana quando acho que devo ser e erro.
(acho que esse é o meu maior erro)

Ah! eu também vou mas sempre volto.

Nenhum comentário: