25 de junho de 2007

Image Hosted by ImageShack.us


"Amar é como pegar uma arma e declarar:
Tome. Só você pode me machucar."

Nas andanças pela net, li essa frase e não consegui parar de pensar...
Fiquei pensando nas pessoas que pedem : vai, atira!!
E continuam suas vidas, como se aquilo tudo fosse a coisa mais natural do mundo.
Tudo bem, tudo bem, quase ninguém
- sem tendências masoquistas -
pede conscientemente, mas todo mundo se arrisca, todo mundo quer amar, quer ser amado ... é como uma roleta russa.
Reconheço ser um pouco impaciente por uma grande tragédia, confesso que já fui mais, mas... ainda tenho leves tendências pra servir de alvo.
É estranho pensar que algo que sai das nossas mãos acaba se voltando contra nós.
Ninguém ama ninguém pra dar errado, nada dá errado sempre, nada dá semi-certo... e também não amamos sem um propósito.
Mas o que tem de alvo móvel por aí não tá escrito!

Não, não estou insegura em relação ao amor, entreguei minhas armas consciente do que quero.
ser alvo é uma arte

Passamos anos nos sentindo alvo de quem pegou nossa tralha toda, rs, e deixamos de nos machucar quando percebemos que nosso maior alvo somos nós mesmos.

Eu vou mas eu volto!

Nenhum comentário: