15 de outubro de 2006

Pra quem estava voltando, até que tô demorando muito, rs
A vida passa... e a gente passa por ela, muitas vezes, o que é preciso tomar cuidado.
Um momento mal aproveitado = um sorriso perdido.
Um dia que se foi, um telefonema que ficou pra mais tarde... não tem volta.
Com o passar do tempo percebemos que as possibilidades modificam, nem tudo é tão fácil e/ou simples
Temos problemas, temos responsabilidades, queremos ser alguém.
Não basta ser alguém legal, tem que ser alguém que faça algo, que não perca o bonde da vida.

Viver é foda, morrer é difícil

Renato Russo era um cara do caralho, e sabia bem onde o calo apertava e onde colocar a palavra certa na hora certa.
E assim a gente vai, procurando o que ser, como ser, o que fazer.
Me sinto meio perdida em meio a tudo isso.
Talvez seja uma fase, talvez eu não seja só aquela pessoa bacaninha que eu não faço questão que ninguém ache.

Quero me encontrar, mas não sei onde estou...

É... ele tinha razão mesmo.

Eu vou mas eu volto.

Nenhum comentário: