5 de outubro de 2006

Image Hosted by ImageShack.us


De volta... voltando... enfim...
Adoro reticências, não sei o que seria da minha vida escrita sem elas.
Como falado antes, não voltaria antes de resolver problemas (in?) externos.

Não suporto instabilidades, situações mais ou menos, cor pálida, coisa morna...
Minha intensidade as vezes me atrapalha.
Eu amo demais, sou apaixonada, extremista, sinto tudo como se fosse a última ou a primeira vez.
Não gosto de esperar, não gosto que me esperem.
Já fui chamada de chata, exigente, intransigente... olha minha cara de preocupada!
A long, long time ago, eu já liguei pro que pensavam de mim.
Ainda ligo, mas agora só pra quem vale a pena.

Na vida, é preciso, ou melhor, necessário saber avançar e retroceder.
Eu fui até onde consegui. Até onde acreditei que estava fazendo o melhor.
Vou continuar fazendo, sempre.
Alguns sentimentos não mudam jamais.
A vida muda, a essência não.
O mundo dá voltas, a fila anda e meu blog continua!

Pensamento do dia: Desgraça nunca vem desacompanhada.
Eu sempre fico preocupada.
E nunca dá em nada.

Tá vendo? praticamente uma poetiza...
Se seguuuuuuuuura Drummond! kkk

Eu vou mas eu volto

Nenhum comentário: